Transforme visitantes do seu site em vendas

Vamos falar sobre a importância de ter um bom site para sua empresa, nos dias de hoje. Mesmo que seu objetivo seja apenas gerar tráfego, você precisa ter uma estratégia para converter esse tráfego em vendas.

Se o seu site não está gerando vendas, isso pode significar várias coisas.

Talvez seu site esteja otimizado de forma incorreta, ou talvez a sua estratégia de marketing não esteja funcionando.

Identificar a razão, é o passo mais importante a ser dado nessa situação.

Agência de Marketing – Solução para obter os melhores resultados

Aí que entra o trabalho de uma agencia de marketing para ajudá-lo a obter os melhores resultados.

Com foco em otimização do site, criação de estratégias de marketing eficazes com objetivo de gerar tráfego qualificado para o seu site.

É importante lembrar que não há fórmula mágica para gerar vendas. Cada site é único, e você precisa analisar os dados para descobrir o que funciona melhor para o seu negócio.

Uma análise de dados é feito por profissionais, onde apontamentos relevantes são apresentados e a partir dessas informações, monta-se planos para aumento de performance, busca por público certo e consequentemente vendas.

Não importa se o seu site é um e-commerce que trabalha diretamente com a venda do produto, ou um site institucional, cujo “produto” vendido é a imagem da sua empresa. Se ele não traz resultados positivos para você, não serve para nada.

O trabalho desenvolvido em e-commerce no Brasil é um dos mais poderosos do mundo, com crescimento que supera a marca de 15% anual.

Em compensação, o número de entrantes no mercado é alto, sendo que eles utilizam técnicas cada vez mais sofisticadas. Isto torna a briga pelas primeiras colocações nos buscadores um embate digno de gladiadores romanos.

Ou seja, a arte de atrair os usuários está cada vez mais complexa. Não basta só colocar um site na web, é preciso fazê-lo vender para você.

Também não adianta ter o melhor produto, o menor preço ou as formas de pagamento mais convenientes. Isto ficou para trás!

Você precisa ter uma oferta de produto mais atrativa, ou uma imagem, no caso de um site institucional.

Como fazer meu site vender mais é uma pergunta que é respondida diariamente, num processo de análise, de tomada de decisões baseadas em dados e nunca em achismos ou “chutes”.

 

Existem algumas ramificações do marketing digital que, ao serem trabalhadas de maneira mais efetiva, podem melhorar, e muito, as vendas de seu site.

Abaixo, perguntas importantes que podem nos ajudar e muito:

Quem é seu público?

O que ele quer?

Quando ele quer?

Onde ele quer?

Como ele quer?

Quanto ele quer pagar?

Não ignore ‘’seu público’’ na hora de criar seu site.

Levante informações sobre ele e aplique-as!

Ao definir todas as etapas deste processo de compra, você irá conseguir modelar seu site de acordo com o seu público.

Aplicar técnicas de SEO

O SEO é o conjunto de estratégias e diretrizes implementadas em seu site para que ele suba de posições no rankeamento dos mecanismos de busca, como o Google, o Bing e o Yahoo.

Os mecanismos de busca são a principal porta de entrada na web para o seu negócio. Isto é, se você estiver bem posicionado neles, seu site contará com uma quantidade significativa de visitantes.

Esta parte necessita de uma análise mais técnica, onde entra um bom profissional, que em conjunto com os dados levantados, vai aplica-las de maneira certeira e adequada.

Entendeu um pouco da importância de bons profissionais de marketing cuidando da sua empresa?

Gostou do conteúdo?

Deixe aqui o seu comentário!

Como identificar alertas falsos de vírus e malwares

Você está acessando páginas da web quando, de repente, um aviso de que a sua máquina está infectada por vírus ou malware aparece. Sua primeira reação é ver se o antivírus está ativo e, confirmando que está tudo certo, qual é o próximo passo? Verificar se tudo não se passa de uma fraude.

Atualmente, é bem comum que alarmes falsos de computador infectado tentem fazer você instalar programas em sua máquina, portanto é preciso ficar atento.

São algumas as formas que pessoas mal-intencionadas encontram para fazer você cair nessa. E o pior é que tudo soa muito verossímil, muitas vezes levando os mais incautos a clicarem em botões para baixar e instalar programas desnecessários e que algumas vezes até vão impregnar a máquina de softwares danosos.

Confira algumas das práticas mais comuns para tentar enganar quem usa a internet.

Pop-ups no navegador

Um dos métodos mais comuns é o de pop-ups no navegador. Você está navegando, clica em algo e, de repente, um aviso aparece na tela dizendo que a sua máquina está repleta de vírus ou qualquer coisa do gênero. O importante nesses casos é lembrar do aplicativo que você tem instalado em sua máquina para detectar este tipo de coisa.

Alertas de vírus falsos

Pop-ups às vezes enganam.

O antivírus não vai emitir uma pop-up de navegador, ou seja, quando aparecer algo assim, desconfie. Normalmente, tudo isso não passa de propaganda disfarçada querendo capturar o seu clique, então fique de olho. É bom lembrar também que normalmente elas escondem bem o local onde fica o botão “x”, aquele que fecha a tal janela. Uma boa olhada antes de sair clicando também ajuda.

Banner de propaganda

Se você já entrou em algum site perigoso, provavelmente já viu aquela tela de aviso padrão dos navegadores. Elas informam que a página a seguir é perigosa e, então, talvez fosse melhor você dar um passo para trás, mas dizem também que é possível seguir adiante caso você saiba o que está fazendo. Mas alguns banners de propaganda podem replicar tais características (ou usar de outras estratégias semelhantes) para tentar ganhar o seu clique, então, fique atento.

Alertas de vírus falsos

Cuidado com banners de propaganda.

Aqui, uma dica importante é se lembrar que essas páginas jamais vão sugerir a instalação de algum mecanismo antimalware ou então oferecer um scanner para vasculhar seu computador em busca das porcarias. Por fim, os alarmes falsos vão sempre apelar para o absurdo, querendo chamar a sua atenção com imagens que piscam e frases de efeito. Avalie tudo isso e, é claro, não clique.

Falsas notificações do sistema

Talvez um dos métodos mais perigosos, as notificações falsas podem pegar muita gente desprevenida. Isso porque elas aparecem justamente onde as notificações reais de problemas são exibidas, contribuindo para pegar os desavisados. De qualquer maneira, vale a pena ficar atento a alguns pontos.

Alertas de vírus falsos

Notificações falsas são um problema. (Foto: Reprodução/2Viruses)

Se você usa Windows 8 ou 10, lembre-se que o sistema adotou um sistema de notificações que surgem em um bloco na lateral da tela, abandonado as notificações em forma de balão. Além disso, fique atento também ao texto escrito na mensagem (se ele está mal escrito, se faz sentido, se está no idioma utilizado pelo seu programa antivírus etc.), pois isso também pode ajudar a detectar um aviso fake.

Conhecer bem a ferramenta antivírus e antimalware que você usa é um bom antídoto neste caso. Isso porque saber como ela emite as suas notificações (normalmente isso ocorre em janelas personalizadas com a marca do programa) também colabora para evitar maiores problemas.

Identifiquei um alerta falso: e agora?

Se você identificou um alerta falso, há algumas coisas que podem ser feitas. A primeira de todas é saber de onde ele vem — se de uma página da web ou de algum programa instalado em seu computador. Encerre as páginas da web que podem ter causado o problema e verifique se ele se repete.

Em caso de persistência, vasculhe as extensões instaladas em sua máquina. Apesar da curadoria das lojas de add-ons, ainda é possível que alguma coisa passe pelo pente fino, então é provável que alguma extensão recém-adicionada ao seu browser seja a causa do problema. Procure desativá-la e veja o resultado.

Se tudo ainda permanecer, é bem provável que o problema esteja em algum programa instalado em seu computador. Tente se lembrar se você não instalou recentemente algum aplicativo via instalador de páginas de download ou então se o instalador do próprio programa não pode ter incluído algo em sua máquina. Uma boa olhada na seção de “Adicionar e remover programas do Windows” pode ajudar.

Depois de tudo isso (e independentemente dos resultados encontrados), o ideal é fazer um escaneamento completo de seu computador com um programa antivírus. Recorrer a alguns extras, como antispyware e antiadware, também é uma solução interessante para garantir que tudo voltará a ficar dentro dos conformes.

 

Fonte: CanalTech

Vamos INOVAR e colocar a sua empresa no TOPO?

Ou se preferir nos ligue: (11) 93219-1000

Vamos INOVAR e colocar a sua empresa no TOPO?

Ou se preferir nos ligue: (11) 93219-1000

Dúvidas? Mande uma mensagem